BP baixa durante a gravidez: causas e remédios caseiros

A pressão baixa durante a gravidez é um sintoma muito comum experimentado pela maioria das mulheres. Pode causar algum desconforto, mas não é prejudicial, desde que esteja dentro da faixa normal. É causada devido a várias mudanças que acontecem no corpo para apoiar o desenvolvimento do bebê. Com mudanças adequadas no estilo de vida e remédios caseiros, você pode controlar facilmente a pressão arterial baixa.

Hipotensão durante a gravidez

Vamos entender mais sobre a pressão arterial baixa durante a gravidez e alguns dos principais remédios caseiros para aliviá-la.



O que é pressão baixa durante a gravidez?

A pressão arterial é a força com a qual o coração bombeia o sangue pelo corpo. Esse bombeamento de sangue é vital, pois fornece nutrição e oxigênio para todas as células. Quando a pressão está baixa, é chamada de pressão arterial baixa ou hipotensão. A pressão arterial baixa é uma condição normal durante a gravidez, pois é causada por alterações nos hormônios da gravidez e variações na circulação sanguínea.

A pressão sanguínea adequada é necessária ao corpo para garantir o fluxo sanguíneo adequado para os órgãos. A leitura da pressão arterial saudável é 120 mm hg / 80 mm hg. Qualquer leitura abaixo de 90 mmhg / 60 mm hg é considerada pressão arterial baixa. As leituras da pressão arterial baixa variam de pessoa para pessoa. Normalmente, uma queda de 5 mm hg a 10 mm hg na pressão sistólica e 15 mm hg na pressão diastólica é observada na maioria das mulheres.

Ver mais: Pressão arterial durante a gravidez

Como diagnosticar a pressão arterial baixa durante a gravidez?

Os médicos monitoram regularmente a pressão arterial durante todas as fases da gravidez para verificar se há complicações e outros problemas. É medida com um teste simples usando o medidor de pressão arterial. Você também pode comprar um medidor de pressão arterial mais leve para verificar as leituras em casa.

Causas da baixa pressão arterial durante a gravidez:

A pressão arterial começa a cair no início da gravidez e vai até as 24 semanas, durante o primeiro e segundo trimestres. Vejamos as várias razões e fatores da pressão arterial baixa durante a gravidez:

  1. Hormônios da gravidez como a progesterona causam relaxamento das paredes dos vasos sanguíneos e dilatação dos vasos sanguíneos, esta é uma das principais causas da baixa pressão arterial durante os primeiros meses de gravidez.
  2. O sistema circulatório do corpo se expande para sustentar o bebê em crescimento, o que reduz a pressão do sangue.
  3. Uma queda breve, mas repentina, da pressão arterial durante a gravidez acontece quando você muda repentinamente de posição após ficar sentada ou dormindo por um período prolongado.
  4. O sono prolongado ou o repouso de costas cria pressão em alguns vasos sanguíneos, fazendo com que a pressão arterial caia brevemente. Isso ocorre principalmente durante o segundo ou terceiro trimestre, quando o útero está se expandindo.
  5. A deficiência de vitaminas, minerais e outros nutrientes importantes também causa baixa pressão arterial.
  6. A anemia é uma condição em que os glóbulos vermelhos não são saudáveis ​​ou são insuficientes para transportar oxigênio pelo corpo. Isso leva à baixa BP.
  7. Condições cardíacas como bradicardia, em que a freqüência cardíaca é extremamente baixa, uma doença nas válvulas cardíacas, etc., também podem causar pressão baixa.
  8. A ingestão insuficiente de água pode causar desidratação e baixa pressão arterial.
  9. Estresse, ansiedade, nervosismo e alta freqüência cardíaca também causam baixa pressão arterial.
  10. Condições de saúde como hipoglicemia, doença de Addison e problemas de tireoide também podem causar pressão baixa.
  11. A perda de sangue devido a lesões ou hemorragias internas diminui a pressão arterial.
  12. As reações alérgicas graves também causam uma queda repentina da pressão arterial para níveis perigosos.
  13. Alguns medicamentos também podem levar à redução da pressão arterial, por isso é importante consultar um médico antes de tomar qualquer medicamento durante a gravidez.

Quais são os tipos de pressão arterial baixa?

A maioria dos tipos de pressão arterial baixa comumente observados em mulheres grávidas são a hipotensão supina e a hipotensão postural.

Hipotensão supina:

A hipotensão supina é causada quando a veia da veia cava é comprimida devido à pressão do útero em crescimento. Isso acontece quando a mãe está dormindo ou sentada de costas por longas horas. Tonturas, náuseas e suores são sintomas comuns.

Hipotensão postural:

A hipotensão postural ou hipotensão ortostática é uma queda repentina e breve da pressão arterial quando você se levanta após ficar sentado ou deitado por um período prolongado. Tontura e vertigem são sinais comuns.

Sintomas de pressão baixa durante a gravidez:

Vejamos os vários sintomas da pressão arterial baixa,

  1. Tonturas e vertigens.
  2. Episódios de desmaios, em casos graves.
  3. Tontura após levantar ou sentar-se.
  4. Níveis de baixa energia e fadiga.
  5. Náusea.
  6. Falta de ar ou dificuldade em respirar.
  7. Sede excessiva.
  8. Visão turva e dor de cabeça.
  9. Pele suada e fria.
  10. Incapacidade de concentração ou foco.

Riscos e efeitos da baixa pressão arterial durante a gravidez:

Embora a pressão baixa seja normal durante a gravidez, ela apresenta alguns riscos,

  1. Tonturas e desmaios podem causar acidentes e quedas que podem ferir a mãe e o feto.
  2. BP muito baixa pode causar danos aos órgãos e choque para a mãe.
  3. Uma grande queda na pressão arterial pode reduzir o suprimento de oxigênio para o bebê em crescimento, o que pode danificar o coração e o cérebro do bebê.

Ver mais: Diabetes gestacional durante a gravidez

Como tratar a pressão baixa durante a gravidez?

Não é recomendado o uso de qualquer medicamento para tratar a pressão baixa durante a gravidez, a menos que esteja gravemente baixa. Nesse caso, a atenção de um médico imediato é necessária para descartar quaisquer complicações relacionadas à gravidez. A pressão baixa durante a gravidez pode ser facilmente controlada com remédios caseiros e mudanças simples no estilo de vida. A PA começa a voltar aos níveis normais durante o terceiro trimestre.

Remédios caseiros para baixa pressão arterial durante a gravidez:

A dor no peito relacionada à gravidez pode ser tratada com remédios simples e mudanças no estilo de vida. Vejamos alguns dos principais remédios e tratamentos caseiros.

1. Sal:

Consumir uma quantidade adequada de sal é um remédio muito eficaz para aumentar a pressão arterial. Sal marinho ou sal-gema do Himalaia é uma opção saudável para aumentar a pressão arterial. Esses sais contêm minerais essenciais que são necessários ao corpo para manter a pressão arterial saudável. O sódio também é necessário pelo corpo em níveis moderados para vencer a pressão baixa. Beber água salgada ou soluções de reidratação oral também ajuda.

2. Amêndoas:

As amêndoas são um bom remédio para aumentar a pressão arterial, pois são ricas em gorduras saudáveis ​​que fazem bem ao coração. Eles são uma fonte saudável de ácidos graxos ômega-3 que ajudam a fortalecer o coração e equilibrar a pressão arterial. Fazer uma pasta ou leite com amêndoas umedecidas e consumi-lo todas as manhãs é uma forma muito eficaz de tratar a pressão baixa.

3. Passas:

Uvas vermelhas secas ou munakka são uma excelente fonte natural de antioxidantes. Embeber um punhado dessas passas durante a noite e consumi-las junto com a água embebida ajuda a purificar o sangue. Também ajuda a melhorar a contagem de glóbulos vermelhos e a manter a pressão arterial saudável. Uvas vermelhas secas são um remédio muito bom para melhorar a imunidade do corpo e a circulação sanguínea.

4. Chá Tulsi:

As folhas de Tulsi são uma boa fonte de antioxidantes e nutrientes como vitamina C, potássio e magnésio. Esses nutrientes são muito úteis para manter o coração forte e manter a pressão arterial saudável. Os antioxidantes do tulsi também ajudam a eliminar o colesterol ruim e outras toxinas que podem prejudicar a circulação sanguínea.

5. Beterraba:

A beterraba é uma excelente fonte de antioxidantes e nutrientes essenciais. A beterraba também ajuda a aumentar a contagem sanguínea e a melhorar a saúde dos glóbulos vermelhos. Uma xícara de suco de beterraba todos os dias garante uma circulação sanguínea e pressão sanguínea saudáveis.

6. Gengibre:

O gengibre é uma erva muito útil que possui muitas propriedades medicinais. É rico em compostos como o gingerol, o zingerone e o shogoal, que são muito eficazes para neutralizar a pressão arterial. Os antioxidantes estão no gengibre e ajudam a eliminar as toxinas e a purificar o sangue. Também ajuda a melhorar a circulação sanguínea.

7. Suco de limão:

Limões são uma boa fonte de nutrientes essenciais e antioxidantes como a vitamina C. Beber um copo de suco de limão é muito benéfico para fornecer sais e minerais essenciais ao corpo. Isso ajuda a equilibrar a pressão arterial. Também ajuda a eliminar as toxinas e a melhorar a digestão e absorção dos alimentos.

Dicas para tratar a pressão baixa durante a gravidez:

  1. Vejamos algumas dicas para controlar e gerenciar a pressão arterial baixa durante a gravidez.
  2. É muito importante descansar bastante durante a gravidez. Repousar frequentemente ao longo do dia ajuda a relaxar os órgãos e ajuda na recuperação.
  3. Exercícios leves ou ioga pré-natal são muito benéficos para melhorar a circulação e aliviar a pressão arterial baixa. Isso deve ser feito de acordo com o conselho do médico.
  4. Nutrientes insuficientes e ricos em dieta alimentar são essenciais para fornecer nutrição suficiente para a mãe e o bebê em crescimento.
  5. Aconselha-se o consumo de alimentos ricos em ferro e ácido fólico para o desenvolvimento saudável dos glóbulos vermelhos.
  6. Beber muita água e líquidos é imprescindível para hidratar o corpo o suficiente.
  7. Evite roupas justas.
  8. Evite ficar em pé por muito tempo ou levantar-se rapidamente depois de sentar ou deitar.

Ver mais: Hipotireoidismo durante a gravidez

Baixa pressão arterial durante a gravidez não é nada com que se preocupar. A gravidez é um momento incômodo e difícil para a mãe. Porém, com mudanças simples no estilo de vida, dieta saudável e remédios caseiros, pode-se efetivamente evitar os desconfortos relacionados à gravidez. Experimente os remédios caseiros sugeridos acima e conte-nos como eles diminuíram seus problemas de gravidez e tornaram sua gravidez fácil e alegre.

Perguntas e respostas mais frequentes:

T1. Quando consultar um médico para pressão baixa durante a gravidez?

Anos:Se você estiver experimentando sintomas de pressão sangüínea súbita e severamente baixa, juntamente com dor forte na pélvis, tontura ou desmaio, visão turva, fadiga, falta de ar, dormência em um lado do corpo, você deve consultar um médico imediatamente.

2º trimestre. Como a pressão baixa na gravidez pode afetar o bebê?

Anos:Desmaios frequentes associados à baixa pressão arterial podem resultar em lesões que podem ser perigosas e prejudiciais para o bebê. BP extremamente baixa pode reduzir o suprimento de sangue ao bebê, afetando seu desenvolvimento. Também pode resultar em danos a órgãos vitais como o coração e o cérebro devido à diminuição da nutrição e do suprimento de oxigênio. Baixo peso ao nascer e natimortos também são causados ​​devido à pressão arterial muito baixa.

3º trimestre. Quais são os efeitos da queda repentina e severa da pressão arterial durante a gravidez?

Anos:Pressão sangüínea súbita e extremamente baixa pode causar choque e danos aos órgãos da mãe. Insuficiência renal, ataque cardíaco e derrame às vezes são causados ​​devido ao suprimento insuficiente de sangue e pressão arterial baixa. Uma queda severa também pode ser prejudicial para o bebê, pois impede o fornecimento de sangue ao feto.